Veja como se formou a tsunami no Japão

Cientistas do Centro de Pesquisas de Tsunami da National Oceanic & Atmospheric Administration (NOAA) geraram em um computador uma simulação dos efeitos da tsunami que atingiu o Japão, nesta sexta-feira. A onda gigante foi provocada por um terremoto com magnitude de 8,9 graus na escala Richter, o maior tremor já registrado na história do país. As imagens (acima e abaixo) mostram a simulação do deslocamento da tsunami no mundo.



O epicentro do terremoto foi localizado a 24 quilômetros de profundidade e a 130 quilômetros a leste da cidade de Sendai, no nordeste do Japão. Os gráficos mostram a amplitude da onda a partir de dados coletados em pontos do Pacífico.
A National Oceanic & Atmospheric Administration (NOAA) é uma agência federal, com enfoque em estudos sobre a condição dos oceanos e da atmosfera, e que opera dentro do Departamento de Comércio dos Estados Unidos da América.

CONFLITOS NA LÍBIA

A Líbia situa-se ao Norte de África, banhada pelo Mar Mediterrâneo e ladeado pelo Egito e pela Tunísia.
 


 

Embalada pela Tunísia e Egito, população se revolta contra o truculento regime de Gaddafi

O presidente da Líbia, Muammar Gaddafi, completou 41 anos no poder no último 16 de janeiro, no mesmo mês em que os governos do mundo árabe sacudiram ao ver a queda do ditador Zine el Abidine ben Ali, da Tunísia.

Na lista dos próximos governantes ameaçados pela onda revolucionária, Gaddafi vê agora várias cidades líbias, entre elas Benghazi e Syrta, tomada por manifestantes descontentes com seu reinado truculento de quatro
décadas, sem o respeito da Constituição e liberdades fundamentais.

Para piorar, segundo relatos não confirmados, um dos principais quartéis das forças do governo está nas mãos dos manifestantes, depois que um comandante do Exército passou para o lado da oposição.

Segundo o correspondente da BBC para o Oriente Médio, Jon Leyne, os atuais protestos na Líbia são os maiores até hoje contra Gaddafi. Apesar disso, eles se concentram na região leste do país, onde a popularidade do líder líbio é tradicionalmente mais baixa.

Violência marca a resposta do governo

Como era de se esperar do governante que já foi chamado "cachorro louco do Oriente Médio" pelo ex-presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan (1981-1989), a resposta de Gaddafi vem acompanhada de violência e decisões arbitrárias.

A Federação Internacional de Direitos Humanos (FIDH) antecipou um balanço de 300 a 400 mortos desde o início da rebelião, em 15 de fevereiro. Já a ONG humanitária Human Rights Watch informa que 233 pessoas morreram na repressão aos protestos antirregime.

Saif al Islam Gaddafi, filho de Gaddafi, afirmou em entrevista à televisão, nesta segunda-feira (21), que os número são exagerados e que a Líbia está à beira da guerra civil. Para ele, a violência é resultado de um "complô estrangeiro".

O apoio ao governo enfraqueceu ainda mais com a decisão de vários diplomatas líbios no exterior em renunciar a seus cargos, insatisfeitos com a maneira como o líder reagiu à onda de protestos.

Gaddafi tem passado golpista e controverso

Desde que assumiu o cargo de primeiro-ministro do país, em 16 de janeiro de 1970, quatro meses depois de dar um golpe militar, Muammar Gaddafi já foi chamado de maluco e herói, de terrorista e revolucionário.
Sua ditadura apoiou organizações terroristas como o Setembro Negro, que assassinou atletas israelenses nas Olimpíadas de Munique, em 1972, e o grupo basco ETA, acusado de dezenas de atentados na Espanha.

Gaddafi também se recusou a extraditar o terrorista líbio Abdel Basset al Megrahi, que em 1988 plantou uma bomba em um avião jumbo da Pan Am que explodiu sobre a Escócia, matando 270 pessoas. O fato rendeu à Líbia uma série de sanções da ONU, mas angariou ainda mais seguidores radicais para Gaddafi.

Porém, nos primeiros anos da década de 90, Gaddafi começou a mudar de lado. Passou a ser intolerante com fundamentalistas islâmicos, livrou-se de suas armas de destruição em massa e pagou indenizações às vítimas do atentado ao jumbo da Pan Am.

Finalmente, em 2003, o então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, retirou a Líbia da lista de países ligados ao terrorismo.

Líbio prepara terreno para fazer seu sucessor

A linha "Gaddafi paz e amor", apontaram especialistas, foi estrategicamente adotada pensando em uma possível sucessão. O nome natural é do filho Saif El Gaddafi, considerado o principal responsável reviravolta política da Líbia.

Saif já chegou a admitir, respondendo a contragosto a perguntas feitas pelo R7 em março do ano passado, que o regime do pai não é uma "democracia de verdade", mas veio em sua defesa nos atuais protestos – vendo a sua própria carreira no governo ameaçada.

Com o dedo indicador apontado em clima de ameaça, o pupilo prometeu “lutar até o fim” contra os protestos, e acrescentou que a Líbia “não é a Tunísia ou o Egito”.
País é o quarto produtor de petróleo na África

A Líbia é membro da Organização de Países Produtores de Petróleo (Opep) e o quarto produtor de petróleo da África, depois da Nigéria, Argélia e Angola, com cerca de 1,8 milhão de barris diários.

O país exporta a maior parte de seu petróleo aos países da Europa, entre eles a Itália, Alemanha, Espanha e França. Agora, quer desenvolver sua produção de gás natural, setor no qual tem reservas estimadas em 1,540 trilhão de m3, segundo a Opep.

PREPARE-SE PARA A OLIMPÍADA DE GEOGRAFIA 2011

OLÍMPÍADA DE GEOGRAFIA

O Desafio National Geographic é a maior olimpíada de Geografia do Brasil!!
O desafio é aberto a alunos do 8º e 9º anos do ensino fundamental e do 1º ano do ensino médio.

- Alunos não podem se inscrever individualmente. As inscrições das escolas devem ser feitas pelo professor de Geografia, coordenador pedagógico, vice-diretor ou diretor. no site da olimpíada do conhecimento: http://www.viagemdoconhecimento.com.br/

- O Desafio é realizado em três etapas: Local, Regional e Final, conforme previsto no Calendário.

- Na fase Local, o próprio educador responsável se encarrega de baixar, imprimir, aplicar e corrigir as provas disponibilizadas na Área Restrita.

- Na fase Regional, os alunos selecionados se deslocam para Escolas-Sedes, responsáveis por aplicar as provas. Nesta etapa, a organização do Desafio imprime e envia as provas para cada Escola-Sede.

- Na fase Final realizada em São Paulo ou em outra cidade indicada pelo Comitê Gestor, as provas são impressas, aplicadas e corrigidas pela Equipe Pedagógica do Desafio.

Participe da Olimpíada de Geografia!! Leia as revistas National Geographic e dê uma olhada nos estilo das provas anteriores.
Abaixo estão os links das provas realizadas nos desafios anteriores.
Prepare-se!! e Sucesso!!

Desafio 2008

1ª Prova - fase local:

PROVA: http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/PROVA_1_FASE.pdf
Gabarito 1: http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/Gabarito_1_PROVA.pdf

2ª prova - fase regional:

PROVA:http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/PROVA_2_FASE.pdf
Gabarito 2: http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/Gabarito_2_PROVA.pdf

3ª prova - fase final - prova objetiva:

PROVA:http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/PROVA_3_FASE.pdf
Gabarito 3:http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/Gabarito_3_PROVA.pdf

Caderno de campo : http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/caderno_centro.pdf

Prova aberta: http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/gabarito_prova_aberta.pdf

Desafio 2009

1ª Prova - fase local :

PROVA: http://viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/FASE_LOCAL_2009.pdf
Gabarito 1:  http://viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/FASE_LOCAL_2009_GABARITO.pdf

2ª prova - fase regional:

 PROVA:http://viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/FASE_REGIONAL_2009.pdf
Gabarito 2: http://viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/GABARITO_2009.pdf

3ª prova - fase final - prova objetiva:

PROVA: http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/PROVA_3fase.pdf
Gabarito 3: http://viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/GABARITO_3_.pdf

Caderno de campo : http://www.viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/Caderno_Campo.pdf

Prova aberta: http://viagemdoconhecimento.com.br/arquivos/GABARITO_DISSERT_.pdf

Um Exercício de Percepção através das Obras de Giuseppe Arcimboldo

 AULA de GEOGRAFIA

Nas turmas do 6º ano: Para estimular a percepção dos alunos em relação a natureza e a cultura, sempre apresento nas primeiras aulas do ano, nas turmas de 6ª série uma leitura  das obras do artista Giuseppe Arcimboldo, apreciando: a percepção do comum e diferente; como a natureza está representada em suas obras; como se podem classificar os elementos da natureza e da cultura a partir das imagens, os traços culturais impressos, os contextos e poéticas, descobrindo e realçando os elementos da natureza que as compõem. Teceram-se reflexões acerca da percepção, curiosidades e das experiências culturais que os alunos vivenciavam ao observar os slides. 

Giuseppe Arcimboldo parte de elementos da natureza, correspondentes a cada uma dos temas que propõe, agrupados sob o formato retrato ou perfil. Os alunos foram estimulados a abstrair, considerando cada um dos detalhes de uma obra separadamente, montando uma personificação imaginária, em cada um dos caminhos simbólicos que ela sugeria. 
O pintor Giuseppe Arcimboldo (cerca de 1527-1593) nasceu na Itália. Era um pintor muito apreciado pelo imperador Fernando I que o convidou para a corte de Praga.
Participava na organização de festas da corte.
Com uma imaginação muito fértil, pintou inúmeros retratos realizados através da união de objectos (o bibliotecário), ou de vegetais (as estações).

                                                                      O Bibliotecário

                                                                              Verão

                                                                      Primavera

                                                                          Água

                                                                          Outono

                                                                       O Horticultor

                                                        Quadro "O Horticultor" invertido
                                                                             Ar

                                                                O Cozinheiro

                                                           Quadro "O cozinheiro" inverido

                                                                            Terra

                                                                             EVA

                                                                               Fogo

                                                                                Flora

                                                                          Rodolfo II

                                                                         Inverno

About this blog

Tecnologia do Blogger.

Quem sou eu

Minha foto
Sou Educadora Ambiental, leciono Geografia, amo o que faço e concordo com Rubens Alves: Educador não é profissão é vocação!!

Seguidores

Pages

Loading...